consultoria

consultoria

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

ADAPTAÇÃO ESCOLAR A separação é uma experiência que ocorre em todas as fases da vida humana. Ela começa quando o bebê deixa o útero materno e entra no nosso mundo. A partir daí, todas as suas conquistas representarão novas adaptações, pois significam o ingresso no desconhecido e no novo.O início na escola infantil exige um esforço conjunto da instituição, da família e da criança. É um acontecimento significativo para toda a família, que terá dois grandes desafios pela frente: o ambiente desconhecido e a separação da mãe. • Até então a criança conviveu basicamente com sua família, com a segurança de tudo ser conhecido. • Na escola infantil, tudo é novo: espaço, rotina, pessoas, outras crianças, alimentação... O ambiente é totalmente estranho.Alguns cuidados que facilitam o processo • Visitar a escola, conhecer o espaço, se possível em época de aulas para ver as outras crianças brincando e interagindo entre elas e com as professoras. • Quanto à escolha do período, é bom que se faça em função da criança. Se ela dorme até mais tarde, deveria ser matriculada no período da tarde. Se dorme depois do almoço, o período preferível é o da manhã.Se possível, o ingresso na escola não deve jamais coincidir com algum outro acontecimento importante na vida da criança (mudança de casa ou cidade, separação dos pais, a morte de alguém próximo, ou mesmo o nascimento de um irmão). Nesses episódios ela necessita de um tempo de recuperação, adaptando-se primeiro à nova situação para depois adaptar-se à nova escola, é melhor esperar.• De preferência, a separação deve se dar aos poucos. É importante que a mãe deixe claro que não o está abandonando e voltará para levá-lo para casa, fazendo o possível para buscá-lo na hora exata da saída, sendo honesta com a criança, despedindo-se dela quando for sair.• A família deve estabelecer limites, dar noções de autoridade, estimular a convivência, não prometer recompensas que não tenham relação com o fato (eu te dou isso se tu ficares) ou mentir para a criança dizendo que vai ao banheiro e desaparecer da escola. • A possibilidade da separação materna dependerá muito da atitude emocional da mãe. Não é possível compreender os sentimentos de uma criança sem pensar nos sentimentos que envolvem os pais.• A criança deve sentir que o ambiente lhe oferece carinho, afeto e segurança, semelhante ao que sente em casa. A professora é uma pessoa fundamental na vida da criança e pode diminuir a importância da mãe. Esta deverá estimular seu filho quando ele estiver com medo, e mostrar-se o mais confiante possível. • O vínculo com a professora é o objetivo primordial nesses primeiros dias. É através dele que a criança se sentirá segura para interagir na escola.• É você quem vai auxiliar a criança a familiarizar-se com o novo ambiente, com a nova rotina, com as outras crianças. • É você que, através de demonstrações de segurança e tranqüilidade, mostrará que ela é aceita, respeitada e entendida na escola – ambiente totalmente novo, mas preparado e organizado para ela.• Graças à educação em grupo, a criança desenvolve a receptividade e a sensibilidade ao mundo exterior; aprende a vencer a timidez e insegurança, a colaborar e trabalhar em equipe, aprende a trocar e emprestar brinquedos; a conviver com outras crianças, a defender-se, se comunicar e se expressar melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário