consultoria

consultoria

terça-feira, 17 de abril de 2012

A FORMAÇÃO DO EDUCADOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Apesar de alguns graus de dificuldade, descobriu-se que o trabalho com a infância é determinante para o desenvolvimento integral do ser humano. Então, a formação dos professores da Educação Infantil hoje é um direito dos próprios professores e também das crianças. Em termos de números, há ainda uma parcela de profissionais que atuam nas pré-escolas com a formação abaixo da desejada: de um total de 309.881 profissionais, também incluindo o meio urbano e rural, são 0,3% (1.173) com o fundamental incompleto e 1,6% (5.170) com o fundamental completo. Deve-se ter em mente que a simples formação oficial não pode e nem deve ser vista como a única exigência para se tornar professor de educação infantil. Sabe-se que muitas vezes a prática nos ensina mais que a teoria. Porém, àqueles que desejam atuar no cuidado e na educação de crianças precisa manter-se qualificado para tal atividade. Ser professor de Educação Infantil diz respeito a todos os profissionais responsáveis pela educação direta da criança na faixa etária de 0 a 6 anos. Dos Profissionais da Educação Art. 62. A formação de docentes para atuar na educação básica far-se-á em nível superior, em curso de licenciatura, de graduação plena, em universidades e institutos superiores de educação, admitida, como formação mínima para o exercício do magistério na educação infantil e nas quatro primeiras séries do ensino fundamental, a oferecida em nível médio, na modalidade Normal (LDB 9394/1996).

Nenhum comentário:

Postar um comentário